ARTIGOS

Gato ou gata? Saiba como escolher! | clinicaveterinaria.com.pt

São tantas as semelhanças que muitas vezes na tomada de decisão a questão nem é levantada, mas na hora de trazer o felino para casa, surge a dúvida: gato ou gata? 

Efetivamente, o sexo pode influenciar o comportamento do animal e é precisamente por isso que convém conhecer as principais diferenças entre machos e fêmeas para tomar uma decisão (ainda) mais responsável!

Gato ou gata? Conheça as principais diferenças!

A decisão está tomada. Vai adotar um gato! Parabéns! Mas… prefere um gato ou gata? Tome essa decisão com base nas principais diferenças entre machos e fêmeas.

Embora para algumas famílias as diferenças não sejam significativas, para outras é importante conhecer melhor o comportamento padrão do novo animal de estimação para estabelecer uma relação mais responsável e amigável.

Gatos machos: independentes, territoriais e enérgicos

São curiosos, ágeis e musculados, mas os gatos machos também têm outras características que os distinguem das fêmeas: 

1. Mais independentes

Geralmente, os gatos machos são mais independentes do que as fêmeas. E sim, existe a crença de que os gatos castrados ficam mais afetuosos, mas a verdade é que muitas vezes continuam a manter um caráter independente, saindo de casa para viver as suas aventuras e regressando à hora da refeição.

Já os gatos que não são castrados podem desaparecer por vários dias na tentativa de acasalarem, se farejarem uma gata com cio. E esse comportamento pode colocar a sua saúde em risco, muito devido a potenciais confrontos com outros gatos. É precisamente por isso que a castração do gato é recomendada por Médicos Veterinários, pois após o procedimento, o temperamento tende a ser mais calmo, mais manso e muitas vezes, mais meigo… e claro, deixa de urinar fora da caixa para marcar território!

2. Mais territoriais

Um felino traz sempre características selvagens, e tratando-se de um macho pior ainda! É por isso que os gatos machos são tão territoriais, sempre a marcarem território através do odor e a fazerem as necessidades fora da caixa (se não estiverem castrados) só para delimitar o seu domínio.

3. Mais enérgicos

Gato ou gata? Há outra diferença que deve levar em linha de conta: regra geral os gatos são mais energéticos e brincalhões do que as gatas, sendo por isso recomendado o investimento em brinquedos e acessórios que ajudem o animal a gastar energia e a manter a boa forma física e mental.

Gatas fêmeas: carinhosas, tranquilas e controladoras

São bonitas, sedosas e elegantes, mas as gatas também têm outras características que as distinguem dos gatos machos: 

1. Mais carinhosas

Gato ou gata? De forma geral, as gatas são mais carinhosas e protetoras do que os gatos machos, exceto na época do cio, quando ficam inquietas e de mau humor. No entanto, também há exceções que confirmam esta regra: gatas que evitam o contacto humano e gatos que são extremamente afetuosos.

2. Mais tranquilas

As fêmeas – particularmente as gatas esterilizadas – são bem mais tranquilas e caseiras do que os machos. Porém, se não estiverem esterilizadas vão viver períodos de cio em que ficam mais ansiosas e barulhentas, miando durante a noite para atrair a atenção dos gatos das redondezas… e endoidecer os donos! Felizmente não têm tendência para fugir de casa como os gatos machos.

3. Mais controladoras

Na maior parte dos casos, as gatas são animais com rotinas fixas e pouco tolerantes a mudanças, muito devido à necessidade de controlarem o ambiente que as rodeia. Desta forma, se está a pensar mudar de casa, conte com umas boas semanas para a bichana se adaptar ao novo ambiente.

Gato ou gata? Qual adotar?

Aquele que melhor se ajustar aos hábitos da sua família.

No entanto (nunca é demais lembrar) a personalidade do gato – tal como a personalidade dos humanos – seja mais individual do seu sexual, como acabámos de perceber, há alguns comportamentos padrão mais visíveis em machos e outros em fêmeas. Por isso, se vive num apartamento pequeno talvez seja melhor optar por uma gata que além de menor do que um macho, é mais tranquila e caseira. Se tem uma moradia com um quintal seguro onde o animal possa brincar, opte por um gato macho que precisa de gastar mais energia. De resto, se não está na disposição de passar o dia a dar atenção a um animal de estimação, prefira um gato macho que é mais independente.

Castração do gato ou esterilização da gata

Independentemente de escolher um macho ou fêmea, a castração/esterilização é algo que deve ponderar de imediato. O procedimento é simples e seguro e deixa o animal mais dócil e tranquilo, evitando os típicos problemas relacionados com o período do cio, como fugas e vocalizações excessivas. Além disso, os médicos veterinários aconselham a castração ou esterilização para prevenir doenças e evitar o aumento crescente de gatos abandonados.

Para mais, castrar ou esterilizar um animal é uma operação comum onde parte dos órgãos reprodutores são removidos. Nos machos a castração é uma cirurgia sem grande complexidade, que envolve a remoção dos testículos. Nas fêmeas, a esterilização (costuma-se usar a expressão esterilização para referir o procedimento nas gatas e cadelas) envolve a remoção dos ovários (em alguns casos do útero), numa cirurgia comum, mas um pouco mais complexa já que é feita através de uma incisão na zona abdominal.

Para mais informação sobre esterilização ou castração em gato ou gata, clique aqui!

Principais benefícios da esterilização em gatas

  • Controlo da gravidez.
  • Prevenção do aparecimento de tumores mamários em idade adulta, entre outros problemas de saúde.
  • Aumento da esperança média de vida.
  • Eliminação de cios bastante incomodativos, com vocalizações exuberantes.

Principais benefícios da castração em gatos

  • Deixa os gatos mais afáveis e mais sociáveis com pessoas e outros animais.
  • Evita o desenvolvimento de tumores testiculares, entre outros problemas de saúde.
  • Resolve problemas de comportamento, como marcação de território e envolvimento em lutas com outros gatos, que podem transmitir doenças graves como a Leucose Felina, a Imunodeficiência Felina e a Peritonite Infeciosa Felina.

Mais informações ou uma conversa mais pormenorizada? Poderá uma consulta de avaliação com um dos nossos Médicos Veterinários de Família na Clínica Veterinária João XXI!

Marcação de Consulta

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut faucibus mollis pellentesque. Vestibulum nec leo sed lectus vehicula ornare. Curabitur at turpis at ligula auctor fermentum. Sed varius pharetra lacinia.

Últimos Artigos

O que fazer?? O meu cão lambeu uma lagarta do pinheiro ! -Processionária

Categorias
Últimos Artigos

O que fazer?? O meu cão lambeu uma lagarta do pinheiro ! -Processionária