ARTIGOS

FAQ \ Férias e Viagens

​Vou viajar para outro país com o meu cão/gato. Que devo fazer?

Fale o com seu Médico Veterinário de família. Poderá eventualmente ter de consultar o consulado ou a embaixada desse país e a Direção Geral de Veterinária para se informar sobre quais as obrigações, pois elas variam de acordo com o destino.

Se não vai sair da União Europeia é-lhe apenas exigido um passaporte que pode ser emitido por um dos nossos Médicos Veterinários e um certificado sanitário da autoridade veterinária. Para a maioria dos países é exigida ainda a identificação eletrónica ou microchip e a vacina contra a raiva, sendo que nalguns locais é necessária a titulação da vacina da raiva, ou seja, o título de anticorpos circulantes, que deve ser feita com bastante antecedência porque implica uma colheita de sangue do seu animal e envio para análise em laboratório creditado.

Vou viajar de avião com o meu cão/gato. Que devo fazer?

Deve informar-se junto da companhia aérea para conhecer as regras específicas, mas, de um modo geral, são aceites animais de pequeno porte a viajar na cabine. Animais de médio ou grande porte terão de ser transportados no compartimento de carga, no porão.

Se for viajar de avião para dentro da União Europeia, o seu gato ou cão apenas precisa de um Passaporte de Animal de Companhia da União Europeia, emitido por um médico veterinário autorizado aqui da Clínica Veterinária João XXI, um microchip de identificação (ou uma tatuagem legível cuja aplicação seja anterior a 3 de julho de 2011) e a vacina contra a raiva válida. 

Estados-Membros da União Europeia, como o Reino Unido, Irlanda, Finlândia e Malta, para além destas condições, têm regras mais estritas que pode consultar junto das autoridades oficiais desses países.

Se for viajar de avião para fora da União Europeia ou chegar a Portugal com um animal de estimação adquirido fora da União Europeia, deve informar-se junto do seu Médico Veterinário de família que poderá informar sobre requisitos da Direção Geral de Alimentação e Veterinária sobre quais os documentos necessários.

Vou viajar para outro país com outro tipo de animal. Que devo fazer?

Fale com o seu Médico Veterinário de família. Para viajar com outros tipos de animais de companhia, como por exemplo aves, répteis, coelhos ou roedores, recomendamos que consulte as autoridades oficiais dos respetivos países e/ou a Direção Geral de Veterinária. Efetivamente, além de obrigações que também são exigidas para cães e gatos, há restrições à entrada de alguns tipos de animais em certos países. 

Aceitam e tratam do meu gato/cão para que eu possamos ir de férias tranquilos?

A Clínica Veterinária João XXI não disponibiliza serviço de hospedagem para animais. Ficamos com eles em regime de internamento e recuperação durante o dia. Mas não lhe será difícil encontrar um local de confiança para deixar o seu animal enquanto vai de férias, pois cada vez existem mais hotéis para animais, de norte a sul de Portugal.

Marcação de Consulta

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut faucibus mollis pellentesque. Vestibulum nec leo sed lectus vehicula ornare. Curabitur at turpis at ligula auctor fermentum. Sed varius pharetra lacinia.

Últimos Artigos

Repelentes naturais de pulgas e carraças versus tratamentos químicos com pesticidas: quais escolher?

Leishmaniose canina: um caso em que prevenir, é mesmo o melhor remédio

Categorias
Últimos Artigos

Repelentes naturais de pulgas e carraças versus tratamentos químicos com pesticidas: quais escolher?

Leishmaniose canina: um caso em que prevenir, é mesmo o melhor remédio