ARTIGOS

Insuficiência Renal Crónica em gatos e cães

O seu animal de estimação anda a beber muita água e a urinar com frequência? Tem falta de apetite e fraqueza? É melhor agendar uma consulta numa clínica veterinária porque pode tratar-se de Insuficiência Renal Crónica em gatos e cães, uma doença grave caracterizada pela perda da função dos rins.

O que é Insuficiência Renal Crónica em gatos e cães?

Seja em gatos ou cães, Insuficiência Renal Crónica é uma doença sem cura que consiste na diminuição do tecido renal funcional ou perda da função dos rins, progressiva e permanente. Por outras palavras, o rim deixa de conseguir filtrar o sangue e eliminar substâncias tóxicas e por isso começam a acumular-se partículas nocivas na corrente sanguínea do cão ou gato, que podem ter consequências graves para a saúde do animal.

Apesar de ser uma doença grave, um gato ou cão com Insuficiência Renal Crónica pode ter qualidade de vida, desde que tenha cuidados especiais e um acompanhamento médico constante.

A doença renal é mais comum em gatos ou cães?

É mais comum em gatos (especialmente gatos idosos), mas também pode ocorrer em cães. Estatísticas mostram que 1 em cada 3 gatos e 1 em cada 10 cães poderão vir a sofrer de Insuficiência Renal Crónica ao longo da vida, sendo que as hipóteses de desenvolver esta doença aumentam com a idade. É por isso que os Médicos Veterinários costumam recomendar uma consulta de rotina anual, para diagnosticar problemas renais, a todos os cães e gatos com mais de 7 anos de idade.

Tem um cão ou gato idoso? Clique aqui marque a sua consulta de rotina – Clínica Veterinária João XXI.

Causas da insuficiência renal em gatos e cães

A insuficiência renal em gatos e cães pode resultar de uma grande variedade de condições que causam lesões no néfron, a unidade morfofuncional do rim, e muito embora na maior parte das vezes a causa exata da lesão renal seja desconhecida, há diversos fatores que deve levar em linha de consideração:

  • Idade do animal, já que em cães e gatos idosos é maior a probabilidade de insuficiência renal.
  • Obesidade, na medida em que o excesso de lipídios aumenta os níveis de moléculas de açúcar no sangue que podem lesionar os rins.
  • Alimentação com altos níveis de fósforo e excesso de proteínas, uma substância pesada que sobrecarrega os rins.
  • Outros problemas de saúde como cancro, pancreatite, pressão arterial alta, pedra nos rins e doenças periodontais que podem desencadear insuficiência renal.
  • Ingestão de medicamentos sem a orientação de um Médico Veterinário e de outras substâncias tóxicas, como pesticidas e produtos de limpeza.
  • Fatores hereditários, visto que algumas raças de gato de pelo longo como Persa e Angora e algumas raças pequenas de cães, como Shitszu e Yorkshire, são mais propensas a desenvolver problemas renais.

Sintomas de Insuficiência Renal Crónica em gatos e cães

Apesar de numa fase inicial da doença, o animal não apresentar sintomas porque a parte do rim funcional acaba por trabalhar em excesso para compensar a parte problemática, quando cerca de 75% dos rins estão disfuncionais, surgem vários sintomas, nomeadamente:

  • Aumento da ingestão de água.
  • Aumento de produção de urina.
  • Vómitos e perda de apetite.
  • Desidratação e perda de peso.
  • Úlceras na boca e mau hálito.
  • Anemia, fraqueza e hemorragias.
  • Confusão mental.
  • E convulsões, em estados mais avançados.

Como geralmente os sintomas só surgem quando 75% da função renal está perdida, deve marcar check-ups regulares para o seu gato ou cão. Clique aqui, agende a consulta. Quanto mais cedo a doença renal for diagnosticada, mais tempo tem para adiar a progressão.

A Insuficiência Renal Crónica nos gatos e cães é grave?

Tal como acontece com os humanos, as lesões no rim são normalmente irreversíveis. Por isso, sim: a insuficiência renal nos gatos e cães é grave. Porém, a qualidade e esperança de vida de um animal com Insuficiência Renal Crónica depende muito do tratamento.

Tratamento da Insuficiência Renal Crónica em gatos e cães

A Insuficiência Renal Crónica em gatos e cães não tem cura, mas, dependendo do estado evolutivo, existem três tipos de opções de tratamento para atrasar a progressão da doença:

1. Alimentação

Em primeiro lugar, é possível retardar a doença com uma dieta à base de ração especial para cães ou gatos com insuficiência renal, que minimiza os produtos de excreção que os rins deveriam eliminar e compensa parcialmente as alterações minerais e eletrolíticas que ocorrem na insuficiência renal.

2. Medicação

Em segundo lugar, medicação direcionada para as consequências da insuficiência renal em cães e gatos, como vómitos, falta de apetite, hipertensão e anemia. Em casos mais graves pode ser necessário hospitalizar o animal para fazer a administração de fluidos.

3. Hemodiálise

Em terceiro lugar, caso os rins estejam tão doentes que deixem de conseguir fazer a filtragem, o seu animal de estimação pode ter de fazer hemodiálise, um processo muito dispendioso e sem garantias, em que o sangue é filtrado num aparelho para limpar as substâncias tóxicas e depois reintroduzido no corpo, terapia efectuada sob sedação e/ou anestesia geral, 2 a 3 vezes por semana.

Cirurgia de transplantes renal em gatos e cães 

Também é possível fazer uma cirurgia de transplante renal em gatos e cães, só que este procedimento levanta algumas questões éticas (afinal, ninguém pergunta ao doador se quer oferecer um rim!) e não é indicado para todos os casos clínicos. Além disso, é bastante dispendioso e exige, naturalmente, um gato ou cão doador compatível, de preferência com grau de parentesco para evitar a rejeição do rim transplantado. Se tudo correr bem, após a cirurgia são realizados exames periódicos e o animal deve manter o acompanhamento médico mesmo após a sua recuperação. Em relação ao gato ou cão doador, que também receberá acompanhamento médico, mas são poucas as probabilidades de complicações pós-cirúrgicas. Este tratamento é também dispendioso pois o paciente terá de fazer tratamento farmacológico imunossupressor durante toda a vida, de forma a evitar a rejeição do órgão transplantado.

 Como prevenir a Insuficiência Renal Crónica em gatos e cães?

O diagnóstico precoce. Feito através de análise ao sangue e urina, ultrassonografia e pressão arterial – é a melhor forma de prevenir a Insuficiência Renal Crónica em gatos e cães. Contudo, também é importante estimular a ingestão de água, manter a caixa das necessidades limpa e promover uma boa dieta alimentar.

Para mais esclarecimentos em relação a Insuficiência Renal Crónica em gatos e cães, consulte a Clínica Veterinária João XXI.

Marcação de Consulta

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut faucibus mollis pellentesque. Vestibulum nec leo sed lectus vehicula ornare. Curabitur at turpis at ligula auctor fermentum. Sed varius pharetra lacinia.

Últimos Artigos

O que fazer?? O meu cão lambeu uma lagarta do pinheiro ! -Processionária

Categorias
Últimos Artigos

O que fazer?? O meu cão lambeu uma lagarta do pinheiro ! -Processionária