ARTIGOS

O que fazer?? O meu cão lambeu uma lagarta do pinheiro ! -Processionária

É caso para pedir ajuda, sim! Um cão sempre a farejar e a lamber o chão e uma lagarta do pinheiro com cerca de 600.000 pelos urticantes responsáveis por reações alérgicas, não são uma boa combinação!

O que é a lagarta do pinheiro?

A Thaumetophoea Pityocampa, vulgarmente conhecida como lagarta do pinheiro ou processionária é um inseto que se hospeda maioritariamente em pinheiros mansos ou bravos. Chama-se processionária porque as lagartas se agarram umas às outras parecendo formar uma procissão).

Por serem dois tipos de árvores bastante presentes em Portugal, a processionária é uma praga de norte a sul do país. De resto, esta espécie mediterrânica encontra-se espalhada um pouco por toda a Península Ibérica, estendendo-se do Norte de África à Turquia, mesmo em grandes altitudes.

Qual o aspeto das lagartas do pinheiro?

Têm o aspeto de pequenas lagartas inofensivas, mas não se iluda! Embora possuam o corpo coberto de pelos macios com cores atrativas, dentro dos laranjas, amarelados, esverdeados e acastanhados, são devastadoras para os pinheiros e causam graves problemas de saúde pública.

Porque é que as lagartas do pinheiro são perigosas?

São perigosas porque possuem pelos urticantes (libertados para o ar como mecanismo de defesa do animal) que injetam substâncias tóxicas na pele ou mucosas de outro animal ou de uma pessoa, provocando reações alérgicas muito graves.

Essas reações alérgicas podem, por sua vez, causar necroses, perda de parte da língua e lábios e em alguns casos, a morte do animal por asfixia, para além de doenças renais ou hepáticas (fígado).

Qual é a altura do ano em que as lagartas saem do pinheiro?

Entre janeiro e maio. É por essa altura que as lagartas abandonam os pinheiros para se enterrarem no chão e continuarem o seu desenvolvimento. Por isso, é este o período de maior risco de contacto com cães ou pessoas.

Como perceber se o meu cão esteve em contacto com uma lagarta do pinheiro?

Os sintomas ou sinais que se observam mais frequentemente após o contacto do cão com a lagarta do pinheiro, são:

  • Inchaço (edema) do focinho e boca.
  • Salivação excessiva.
  • Inflamação da boca, língua e lábios.
  • Inflamação das pálpebras e úlceras na córnea.
  • Inflamação da cavidade nasal.
  • Dificuldade em engolir.
  • Prurido.
  • Urticária.
  • Vómitos.
  • Perda de apetite.
  • Dificuldade em mastigar.
  • Apatia.
  • Febre.
  • Fadiga.

Em suma, a sintomatologia que se observa após o contacto entre o cão e a lagarta do pinheiro começa com uma reação nervosa, com o animal a tocar com a pata na boca, com deglutições repetidas e hipersalivação. Em caso de ingestão dos pelos da processionária, poderão surgir vómitos e até angioedema, que pode impedir o animal de fechar a boca, além de cianose lingual e rânula. 

Se a intoxicação persistir – e muito embora os sintomas de sinais clínicos sistémicos sejam raros – pode-se assistir a choque anafilático, tremores musculares, coma e até morte.

Qual é a zona do corpo do cão que fica mais afetada?

A língua. Como os cães cheiram e lambem tudo, a língua é o órgão mais afetado porque é o que entra em contacto direto com a processionária.

Inicialmente a língua pode inchar e ficar azulada e, posteriormente, podem surgir áreas de necrose (morte dos tecidos) amareladas ou pretas. No entanto, a via de contacto dos animais com a lagarta também pode ser digestiva ou ocular, ou seja, os pelos leves podem também afetar a mucosa ocular e serem inalados pelo animal, provocando sinais clínicos sistémicos.

A lagarta do pinheiro só causa reações alérgicas em cães?

Não, a lagarta do pinheiro é igualmente perigosa para os humanos, sendo as crianças as mais afetadas devido às brincadeiras no solo.

Como prevenir o contacto entre cão e lagartas do pinheiro?

Mantendo o cão afastado de áreas infestadas pela praga (geralmente sinalizadas), zonas de pinhal ou passeando o animal sempre pela trela, evitando que fareje o chão para reduzir o risco de contacto com lagartas do pinheiro. Além disso, se reparar em ninhos ou lagartas do pinheiro no chão, não se aproxime nem toque nas mesmas! E informe a sua junta de freguesia, pois existem métodos microbiológicos, biotécnicos e mecânicos para reduzir os danos provocados pelas processionárias e para controlar a disseminação desta praga tão perigosa para cães e pessoas.

O meu cão lambeu uma lagarta do pinheiro! Que fazer?

Se suspeita ou tem a certeza de que o seu cão esteve em contacto direto com uma lagarta do pinheiro, deve dirigir-se com urgência à clínica veterinária mais próxima. A assistência médica atempada pode fazer a diferença entre a vida e a morte!

Se ainda estiver longe, lave abundantemente a boca com água e sabão ou sabonete, usando sempre luvas.

A evolução da doença depende da brevidade com que o tratamento é instituído. Por isso, caso se encontre na zona de Lisboa, Restelo, Miraflores ou Algés, ligue-nos e dirija-se à Clínica Veterinária João XXI!

Qual é o tratamento da lagarta do pinheiro?

Tratamento sintomático. Não existe um antidoto propriamente dito, pelo que a intoxicação é tratada, em primeiro lugar, com a lavagem e retirada de pelos da lagarta da zona afetada o mais rapidamente possível, para eliminar os pelos que ainda não tenham penetrado na pele ou mucosa. Em segundo lugar, e dependendo da intensidade dos sintomas, administração de fluidoterapia, anti-histamínicos, adrenalina, corticosteróides e antibióticos. 

Porém, alguns cães têm de ficar em regime de internamento com medicação para controlar a reação alérgica, tendo alta apenas quando a sintomatologia estiver completamente controlada e o animal conseguir ingerir alimentos sem ajuda. Sim, porque em alguns quadros clínicos é necessário colocar uma sonda gástrica para alimentar o cão enquanto este estiver hospitalizado.

Em casa deve continuar por alguns dias com o tratamento com antibiótico e corticoides e oferecer uma dieta alimentar líquida que ajude a reestabelecer a integridade da pele e a diminuir a inflamação. 

Agir rapidamente contra os efeitos do contacto do seu cão com a lagarta do pinheiro. Na Clínica Veterinária João xxi encontra todos os serviços e especialidades médicas que o seu patudo precisa para manter um bom quadro de saúde e bem-estar. Visite-nos! 

Marcação de Consulta

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut faucibus mollis pellentesque. Vestibulum nec leo sed lectus vehicula ornare. Curabitur at turpis at ligula auctor fermentum. Sed varius pharetra lacinia.

Últimos Artigos

O que fazer?? O meu cão lambeu uma lagarta do pinheiro ! -Processionária

Categorias
Últimos Artigos

O que fazer?? O meu cão lambeu uma lagarta do pinheiro ! -Processionária